Publicado em: Pecuária

A 84ª ExpoZebu terminou neste domingo (06) cumprindo a missão de apresentar ao mundo os avanços no melhoramento genético e na qualidade da pecuária zebuína brasileira. O balanço oficial da feira ainda será fechado, mas os números divulgados até agora já comprovam o sucesso desta edição. O destaque fica com o grande interesse do público internacional pela mostra, que bateu todos os recordes nesse sentido.

Pelo salão internacional do Parque Fernando Costa passaram 513 estrangeiros. É o maior público na história da ExpoZebu. A quantidade de países visitantes também é um recorde. Foram 36 no total, incluindo grandes delegações da Colômbia, Bolívia, Panamá e México.

A 84ª ExpoZebu também termina celebrando a abertura de novos mercados para a pecuária brasileira. Durante a feira, oito protocolos sanitários foram assinados, sendo quatro com a República do Quênia, dois com o Equador e dois com a Guatemala. Além disso, as negociações avançaram com países como Tailândia, Malásia, Índia, Nicarágua e Colômbia.

“Ficamos extremamente felizes com esses resultados, pois comprovam que todo o trabalho que estamos desenvolvendo em prol da pecuária está sendo valorizado pelo mundo todo. Essa edição da ExpoZebu é a coroação do criterioso melhoramento genético que temos desenvolvido com as raças zebuínas, e comprova que estamos no caminho certo”, comemora Arnaldo Manuel de Souza Machado Borges.

Público. A 84ª ExpoZebu termina comemorando o sucesso de público internacional e, claro, também nacional. Pelo Parque Fernando Costa e Fazenda Experimental da ABCZ, passaram 241.971 pessoas. São cerca de 22 mil a mais que no ano passado.

Feira de Gastronomia. O crescimento no número de público tem relação com as novidades e a ampliação da programação de entretenimento e comercialização esse ano. Nessa lista está a ‘1ª Feira de Gastronomia & Alimentos de Minas’, realizada no Pavilhão Multiuso. Cerca de 60 expositores participaram da mostra, que reuniu pequenos produtores de queijo, café e cachaças. O local também abrigou a Vitrine da Carne e do Leite, trazendo uma programação gratuita ainda mais dinâmica e interativa. Incluindo a participação do vencedor do Masterchef Brasil Profissionais, chef Pablo Oazen, e o grande especialista em cortes, Marcelo Bolinha.

Julgamentos. Uma avaliação ainda mais criteriosa! Assim foram marcados os julgamentos e campeonatos da 84ª ExpoZebu, que recebeu cerca de 1.850 animais. A grande novidade nesse quesito é a volta do jurado único para todas as raças. Os campeonatos Modelo Frigorífico e Matriz Modelo também movimentaram o Recinto de Avaliação das Raças Zebuínas.

Concurso Leiteiro.  A produção leiteira do Zebu também esteve à prova, em um campeonato maior em todos os sentidos. Foram 10 ordenhas oficiais e 50 fêmeas avaliadas das raças Gir, Guzerá, Sindi, Guzolando e Sindolando. Sendo que uma única exemplar da raça Gir conseguiu atingir produção total de quase 180 kg de leite, com média de 59,98 kg.

Este ano, a grande novidade foi a dupla premiação na modalidade tradicional, sendo uma para o volume de leite produzido e a outra para leite corrigido para sólidos totais (LCST).

Leilões e shoppings. Mais de R$33 milhões já foram movimentados em leilões, e esse é apenas o balanço parcial da feira. É que a programação comercial da 84ª ExpoZebu continua ao longo da semana, com mais dois remates previstos, além da divulgação dos resultados do quatro shoppings realizados nesta temporada. A previsão da ABCZ é que, somando os valores referentes a remates e shoppings com as demais comercializações realizadas durante a feira, a movimentação financeira da 84ª ExpoZebu chegue a R$170 milhões. São cerca de R$20 milhões a mais que no ano passado.

ABCZ EquiShow. A 84ª ExpoZebu abriu de vez as porteiras para os cavalos, e cerca de 600 equinos participaram da feira esse ano. Para abrigar tantos animais, além de uma programação ainda maior com provas e julgamentos, as atividades foram realizadas na Fazenda Experimental da ABCZ. Cavalos das raças Crioulo, Mangalarga, Quarto de Milha e Friesian, participaram.

Dias de Campo. Foi também na Fazenda Experimental da ABCZ que os visitantes da ExpoZebu 2018 puderam conhecer na prática as novidades tecnológicas e pesquisas para o setor. Em parceria com a Embrapa e outros parceiros, uma programação de Dias de Campo foi realizada, incluindo o lançamento de cinco novas forrageiras com mais resistência a pragas, alta produção na seca e melhor desempenho animal. Os visitantes também tiveram a oportunidade de conhecer opções de maquinários e de fertilização e correção de solo. Cerca de 10 empresas participaram da feira.

Visitas políticas. A 84ª ExpoZebu também termina comprovando o prestígio político que sempre teve. O presidente da República, Michel Temer, participou da abertura oficial da feira, seguindo a tradição que se repete desde a primeira edição. Governadores, deputados estaduais e federais, além de importantes lideranças classistas, também visitaram a ExpoZebu.

Ficebu. Mais uma vez na agenda da maior entidade da pecuária zebuína no mundo, a Federação Internacional dos Criadores de Zebu (Ficebu), representantes de associações de criadores de cerca de 10 países se reuniram na ExpoZebu. A reunião da Ficebu foi marcada pela eleição da nova diretoria, que traz Arnaldo Manuel de Souza Machado Borges como presidente da entidade pelos anos 2018-2020.

ABCZ Jovem e outros debates. Mais de 1.300 estudantes e jovens profissionais do setor, debatendo o presente e o futuro da pecuária nacional. Foi assim o 8º Encontro Rural Jovem, promovido pela ABCZ Jovem, durante a ExpoZebu 2018. A feira ainda foi palco de outras importantes discussões, como o Funrural, o Imposto de Renda e a evolução do Registro Genealógico, que foi o tema central da feira.

Entretenimento e cultura. Se os dias na 84ª ExpoZebu foram marcados por importantes debates técnicos, as noites foram de muita diversão e cultura. Com quatros grandes shows nacionais, a temporada 2018 foi maior que a do ano anterior. A programação contou ainda com o ‘Festival de Food Trucks’, promovido por meio do projeto ‘Zebu: arte e cultura no Parque’, em uma parceria do Museu do Zebu com a Fundação Cultural de Uberaba. A Vila Universitária, com mais de 10 barraquinhas de petiscos, lanches e bebidas também movimentou a feira, complementando o trabalho dos restaurantes e bares que já funcionam no interior do Parque Fernando Costa, ao longo do ano.

Legado. Mais uma feira para entrar na história, pelo crescimento na programação e nos debates. A 84ª ExpoZebu termina deixando um importante legado no Parque Fernando Costa. A começar pelas melhorias no local, que dessa vez foram focadas no bem-estar animal, com uma grande reforma em todos os pavilhões. A obra inclui a troca de telhados e a individualização dos cochos de alimentação e água.

Ainda na lista do benefícios deixados pela feira está o Geossítio ABCZ, inaugurado durante o evento. O espaço é o primeiro do Geoparque Uberaba, que irá desenvolver o turismo no município, através de um roteiro que ressalta as três principais potencialidades da cidade: a pecuária zebuína, a religiosidade e paleontologia.

Foto: Luiz Felipe Santos